top of page

Geração de energia solar bate recorde no Brasil


A busca por fontes limpas de energia, vem fazendo com que a energia solar esteja assumindo cada vez mais protagonismo em todo o mundo.



O que não é diferente no Brasil, o país, atualmente, é líder em energia solar na América Latina e deve se tornar um dos principais mercados globais nos próximos anos, podendo atingir 54 gigawatts (GW) de capacidade solar total até 2026.

De acordo com o presidente da Absolar, Rodrigo Sauaia, o Brasil foi um dos mercados líderes do mundo na instalação de novos sistemas solares em 2021, tendo adicionado 5,7 gigawatts (GW) ao longo do ano, considerando a soma das grandes usinas fotovoltaicas com os sistemas de geração própria de energia solar em telhados, fachadas e pequenos terrenos (geração distribuída).

Tal fato colaborou para que, em setembro de 2022, o Brasil batesse mais um novo recorde de geração de energia solar. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) foram registradas 24 novas marcas, as mais recentes delas confirmadas entre os dias 27 e 29 de setembro.

No dia 27 daquele mês foi observado, em geração de energia solar instantânea do subsistema Nordeste, às 9h46, o pico de 3.499 MW, o que representa 32,1% da demanda da região. E no dia 29 de setembro foram registrados três novos recordes na geração solar: um no subsistema Sudeste/Centro-Oeste e dois no Sistema Interligado Nacional (SIN). Assim, a região nordeste segue como destaque na geração desse tipo de energia.

Os números referentes ao mês de outubro ainda não foram divulgados, mas tudo indica que outros recordes serão atingidos.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page